Postagens populares

domingo, 22 de maio de 2011

O segredo está na essência



Depois de uma eternidade sem atualizar, por falta de tempo, posto esse texto falando sobre os seres mais poderosos (após Deus, isso p/ acredita) do universo, as MULHERES. 

____________________________________________________________________________
 
Em um mundo onde as coisas mudam e pessoas mudam o tempo todo, lugar onde as pessoas não param e por conseqüência o próprio mundo não para, onde existe o possível até que o mesmo encontre o que chamamos de impossível, onde os seres chamados de pessoas buscam o novo, o progresso, o crescimento seja pessoal ou profissional, um ser se destaca.

            Em meio a linha que chamamos de tempo, um ser que em sua natureza mostra-se forte e frágil ao mesmo tempo, que consegue desempenhar diversos papéis, assumir tarefas que antes eram vistas como “próprias” para o seres ou espécie da qual éramos submissas.

 Ser que consegue carregar paralelamente os opostos como o emocional e o racional, o real e o irreal, sonhar e realizar, agradar e punir, ser doce e amarga, ser amiga e inimiga, ser esposa e amante, sorrir e chorar.

 O ser que pode erguer e desestruturar, o ser que pode fazer você se perder ou se achar, que pode te fazer viver o presente, esquecer do passado e ainda desejar um futuro ou que simplesmente pode fazer você se arrepender de sequer ter  desejado cruzar seu caminho, quem dirá ter existido em tempo algum.

A mulher que sabe ser o quer ser e quem quer ter, a mulher que sabe como, quando e onde chegar, a mulher que sabe assumir as diversas faces nas diversas fases da vida ( filha, mulher, mãe, profissional, amiga, amante) .

A mulher que sabe dosar seu tempero, que coloca uma pitada de ousadia, que reconhece o seu dom, descobre seu poder, estuda o ponto fraco, procura o momento, age com cautela, ataca na hora certa, que paga pra ver, que não espera pelo futuro e sim o faz acontecer.

A mulher que com tantos papéis, missões, se torna uma artista, uma malabarista, faz ao longo da vida várias acrobacias, desafia a Lei da gravidade, que muda e move o mundo ao seu redor, que lida com o complexo de entender a si mesma, de descobrir os mistérios de seu próprio universo e talvez assim ajudar a encontrar a resposta para a tão famosa pergunta de Freud: Afinal, o que querem as mulheres?

E mesmo com tanta evolução, com todo espaço, destaque conquistado, com tantos poderes, ainda conseguimos através de um certo ser, simplesmente em um passe de mágica nos desarmar e por instantes voltar a essência, ao jeito encantador de ser mulher, que traz consigo a necessidade de ser protegida, cuidada e amada.



                                                        


Um comentário:

  1. E o que dizer depois de tudo isso?

    Postagem simplesmente PERFEITA *-*

    ResponderExcluir